Gestão do Estresse

O estresse pode ser definido como uma resposta física e emocional à pressão, que pode ser fisiológica – sendo nesse caso absolutamente normal e relacionada à sobrevivência – ou patológica, quando se torna frequente e incontrolável. Além dos prejuízos psicológicos, estar reiteradamente estressado faz com que o organismo libere cortisol  e outras toxinas em níveis elevados e de modo constante, o que prejudica diversas de suas funções, causando sintomas como ganho de peso, queda capilar, irregularidades do sono e do ciclo menstrual. Além disso, o estresse excessivo e contínuo faz com que os hormônios causem taquicardia, o aumento do metabolismo basal, o aumento da pressão arterial e o maior consumo de oxigênio, aumentando o risco para doenças cardiovasculares, digestivas e neurológicas.

Neste sentido, a gestão do estresse, por meio da terapia de reposição e equilíbrio das taxas hormonais é uma das estratégias de tratamento mais eficazes para manter a qualidade de vida e a saúde do corpo.

Contato